>Banda da Semana – Cães Alados

Publicado: abril 10, 2011 em Banda da Semana, Música

>Começando uma nova sessão no blog, onde vamos expor bandas e seus históricos. A banda de hoje, pra começar é de um amigo meu, que já até sugeriu posts para o blog, o João, vocalista dos Cães Alados.
Outra variação no post de hoje é que ele foi o primeiro convidado a nos mandar uma postagem.
Com vocês, os cães alados nas palavras do João!

Quando recebi o convite do Crow para narrar aqui o historico da minha banda até agora, uma duvida indecorosa me acometeu, “Por onde começar?”. Qual foi o momento da concepção de tal porralouquice em nossas vidas… após muita indagação intimista resolvi começar pela faze fetal da idéia.
Espero que seja interessante e construtivo para todos ai que partilham dos mesmos sonhos e também para os eternos rocky balboas ao redor do planeta, por que sim, essa é uma historia repleta de revezes Apolos Doutrinadores e Ivans dragos.

Tudo começou a um tempo atrás na ilha do sol, ou Ponta Grossa – Paraná (Pedacinho da Inglaterra no Brasil, a julgar pelo clima carrancudo e habitantes mais ainda)O ano era 2008, o local era o msn. Qual não foi minha surpresa quando meu coleguinha de ensino médio Luis Conrado Garbuio Martins, vulgo Conrado ou na época “pia da flying V” chegou me num canto e disse estas exatas palavras:
– Pia, vamo forma uma banda
-Como assim?
-Vamo forma uma banda!!A  gente tem a quimica.
-Mas eu não sei tocar nada
-Voce canta então, o resto a gente acha…
– hahaha, isso vai ser massa
(…)
Sim nós tinhamos a quimica, mesmo nunca tendo tocado nada juntos.
É claro que Conrado tocava guitarra a uns 3 anos ou mais, e toda vez que eu ia a casa dele eu ficava de queixo caído com as musicas que ele tocava.Mas na época eu não era base pra nada, então não se baseiem por isso, realmente sobrava empolgação e faltava disciplina.
A esse dialogo no MSN se seguiu uma infindável quantidade de delírios musicais e sonhos de rockstars que provavelmente todo adolescente rockeiro já teve.Surgiu até a idéia de formarmos uma dupla de rock que se chamaria Drupa Seca (Nome derivado do vilão de chapolin Tripa Seca). Mesmo que eu nunca tenha tentado cantar nada minha vida toda, a primeira vista não me parecia nenhum obstaculo. O que é bastante estranho sendo que eu sempre fui uma pessoa de baixa auto-estima e pouca auto-confiança.
No outro dia saímos a caça de mentes doentias como as nossas. Pelo meio mais fácil é claro, Orkut. E funcionou, encontramos uma banda completa: bateria, baixo e guitarra. Com nosso repertorio de mais de 20 musicas na mao que iam de Beatles a Metallica passando por Raul seixas, feito numa mesa de xopis, marcamos um ensaio num estúdio local.
Andetramos  eu e conradomal nos contendo de alegria,a porta do estudio. Após caminharmos pelo menos uns 2 kilometros, esperamos… esperamos e esperamos e ninguém apareceu, continuamos apenas nos dois. TODOS CHORA
Sim meus amigos, esse foi o primeiro tapa na cara, muitos teriam desistido, mas não nós.
Continuamos em nossos delírios de rockstars, agindo sempre como se nossos milhões e nossa vida de sexo e dorgas estivesse apenas dobrando a esquina e eis que encontramos Ramon.
Ramon estudou no nosso mesmo colégio no ensino fundamental porem nunca fomos amigos, no Maximo conhecidos. E agora ele tocava baixo, descobriu-se depois que nessa época ele tocava baxo a apenas 3 meses porém era mais do que o suficiente para nós. Chamamos mais um amigo guitarrista e começamos nossa batalha épica atrás de um baterista.
Conrado encontra um fa de metal no MSN que se dizia baterista e então fomos nos no mesmo estúdio, desta vez todos presentes. Começamos a tocar e o resultado foi… algo entre o arroto de um amigo gordo e aquele cheiro de guaraná que fica depois, se é que vocês me entendem.
Ninguem tinha experiência com banda, portanto não houve controle sobre aquilo que se tentou fazer naquele dia.Mas com certeza foi extremamente divertido e nos motivou ainda mais a perseguirmos nosso rock n roll dream. Se bem me lembro nosso repertorio naquele dia incluía entre outras coisas:
Welcome to the jungle – guns n roses
Crazy train – Ozzy
NIB – black Sabbath
É isso que eu lembro.
O baterista nunca mais apareceu (não sei por que). Seguiu-se então um grande período de busca por um baterista, conhecido pela maioria como o ano 2009 D.C. E nos que antes éramos apenas uma dupla agora éramos um trio. Eu, Ramon e Conrado. Voz, baixo e guitarra unidos contra o mundo. (YEY)
Nessa época entre um calote e outro de bateristas filhosdasputa, encontramos mais um guitarrista o Fuga.
Após  incontáveis bateristas que marcaram ensaio e nunca apareceram e além da vergonha de pagar horário em estúdio para ficarmos um olhando para a cara do outro.Eis que Fuga chama um amigo baterista, ensaiamos algumas vezes (umas 3 ou 4)e movidos pela empolgação marcamos uma apresentação num domingo a tarde no antigo abismo (espécie de CBGB pontagrossense) todos nós tensos e pouco confiantes em nossas habilidades…momentos de tensão antecediam aquilo que nós esperamos por quase 1 ano e então Conrado briga com fuga e seu amigo baterista e os dois caem fora da banda. O que fazer? Desisitr ? Para muitos talvez essa fosse a hora, MAS NÃO PARA NOS , fomos ate o bar munidos de violões e microfones e tocamos um acústico para 2 ou 3 pessoas.Devo mencionar que foi nessa época que surgiu nosso nome CAES ALADOS, a historia desse nome é muito longa para contar aqui… talvez outro dia.Inclusive essa historia envolve crueldade com animais e suicidio canino… enfim…
Algum tempo depois da saida de fuga e do baterista, quando toda esperança se perdia eis que surge XANDAO. Marcamos um ensaio e tudo foi “sunshine and lolly pops”, a peça que faltava foi achada e agora funcionávamos como uma maquina bem lubrificada de rock n roll. Alexandre toca bateria praticamente desde sua concepção, pois seus irmãos mais velhos sempre tiveram banda e foi com ele que ele aprendeu a nobre arte das baquetas. Apenas para colocar-lhes a par do talento deste entrépido jovem, aos 14 anos anos ele tocava numa banda de DEATH METAL OF DOOM, somente com musicas proprias.
Dois ensaios depois e munidos de um arsenal de 12 musicas (covers é claro, dããã) abrimos um show para uma banda amiga a Hanggover num sábado a noite no abismo. O resultado não podia ser melhor, como todo mundo esperava que nos fossemos horríveis, o fato de sermos razoáveis soou como se fossemos incríveis. E o melhor foi libertarmos alguns demônios que carregavamos dentro de nos desde que decidimos formar uma banda.Isso foi em abril de 2010
Comecamos a ensaiar na casa do xandao e tudo ia de vento em polpa, ensaios regados a cerveja risadas e videos idiotas no youtube. A inspiração rolava solta até que Ramon decide abandonar o navio por motivos quem não vêem ao caso agora. Foi um forte revez, pode-se dizer que um soco na boca do estomago, perder um musico extremamente competente como ramon além de um verdadeiro irmão de guerra que era não foi facil para nós. Contemplamos o triste fim mais uma vez porém debochamos dele novamente e fomos a caça de um novo baixista.
Após algumas tentativas fristradas que renderam boas historias, encontramos romualdo.Este que originalmente era um guitarrista, porém prontificou-se a assumir o baixo quando lancei o chamado aos 4 ventos. Marcamos um ensaio e a mesma sensação de quando encontramos o xandão se repetiu. SUNSHINE RAINBOWS AND LOLYPOPS FOR EVERYONE, estávamos de volta.
Romualdo sempre abusou do peso e distorção no seu baixo, o que eu particularmente como fã de motorhead que sou, adorei. Porém não se pode dizer o mesmo da vizinha do xandão que descreveu nosso som como insuportavel , e o pior, convenceu o pai do xandão disso.
Sim amiguinhos, quando pensavamos que não havia mais o que nos parasse. Ficamos desabrigados. Muitos teriam desistido mas não nós (até por que tinhamos marcado um show num bar de motoqueiros barra pesada, que inclusive ainda vai acontecer dia 23 agora =D). Com nossas vidas correndo eprigo caso furássemos com os motoqueiros, saímos a caça e encontramos um estudio supimpa, no qual estamos ensaiando até o presente momento, com descontinho (OH YEAH). Enquanto fazemos planos de isolar uma sala acusticamente na casa do xandão.
E assim chegamos ao presente momento, esperando pelo proximo ponta pé na virilha que a vida deve estar nos preparando. Sonhando e ainda com a mesma empolgação de 2 anos atrás.
Que nossa epopeia musical sirva de inspiração para todos os leitores cabeludos aí fora e que assim como nós sonham em ter uma banda de rock n roll foda.
Acho que cabe agora um proverbio arabe que eu vi num filme esses dias.
“Jogue seu coração na frente e depois tente agarra-lo” (ou algo assim).
Atualmente a banda Cães Alados irá apresentar-se na inauguração do pimenta Doce Pub Club no I Circuito de Bandas Universitarias e como sempre eles prometem que isso será épico”




comentários
  1. João disse:

    >Eu tentei resumir. JURO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s